segunda-feira, 30 de Novembro de 2009

Domingo de Chuva e Scones



Não há domingo de chuva que não convide a um chá quente no aconchego do sofá e com companhia doce.
Desta vez fui aqui retirar a receita dos scones. Num instante estava o lanche feito e quentinho: chá de cidreira e scones acabadinhos de fazer com compota de abóbora e de pêssego.

sexta-feira, 27 de Novembro de 2009

Legumes Salteados


       
Dos legumes assados que acompanharam a perca no forno sobrou a quantidade suficiente para no dia seguinte serem aproveitados e com um novo sabor.
Assim:
Aos legumes que já tem acrescentei outros a gosto. A escolha foi para as couves-de-bruxelas, couve-flôr e cenouras parisienses, que cozi previamente (al dente!).
Reguei uma frigideira suficientemente larga com azeite e juntei alhos esmagados. Deixei-os alourar e retirei-os. Acrescentei os legumes, temperei a gosto, e envolvi-os no azeite. Salteei-os até tomarem cor.
Servi como acompanhamento de um bife suculento grelhado.

terça-feira, 24 de Novembro de 2009

Galette de Couve



Continuo a folhear  "A Cozinha Francesa" (Joanne Harris - Edições Asa). Desta vez experimentei a Galette de Couves. Usei couve lombarda que é um pouco mais dura, por isso aconselho ou a cozer mais um bocadinho ou a utilizar uma couve mais macia.
Tal como as quiches esta tarte é uma boa opção para partir às fatias e congelar. Desta forma pode ter sempre à mão uma refeição rápida e nutritiva.


Precisa de:

1/2 couve de Sabóia grosseiramente cortada (usei couve lombarda)
1 colher de sopa de azeite
200 gr de bacon fumado inteiro cortado em cubos (usei tiras de bacon)
2 ovos
3 chalotas finamente picadas
3 dentes de alho esmagados e picados
1 ramo de salsa finamente picado
sal marinho e pimenta preta moída no momento (ou outro picante a gosto)
200 gr de farinha
200 ml de leite

Pré-aqueça o forno a 180º.
Coza a couve em vapor durante 3 minutos.
Unte com azeite uma forma de tarte ou de bolo e aqueça-a no forno.
Numa tigela misture o bacon, os ovos, as chalotas, o alho, a salsa e os temperos.
Adicione a farinha e o leite e ligue tudo até obter uma massa lisa.
Retire a forma do forno.
Espalhe metade da massa no fundo da forma e introduza a couve, comprimindo-a com as mãos e cubra com a restante massa.
Leve ao forno durante 35 minutos até ficar dourada e firme.

sexta-feira, 20 de Novembro de 2009

Coq au Vin


Ando fascinada com o livro "A Cozinha Francesa", de Joanne Harris (Edições Asa). Já o tenho vai fazer algum tempo, mas ultimamente não me canso de o desfolhar, por isso seleccionei algumas receitas para experimentar. Esta que hoje publico experimentei-a num Domingo, dia de cozinha apurada especialmente se  a chuva miudinha faz apetecer um prato quente e suculento. Como o Domingo que se avizinha parece que vai ser igualmente chuvoso fica aqui este tradicional "Coq au Vin". Aviso que é um prato trabalhoso e demorado, mas delicioso. Escolha um dia calmo para o preparar com a certeza que vale bem a pena o tempo que nos toma.

Ingredientes:
1 frango com cerca de 1 kg cortado em 12 pedaços
500 ml de vinho tinto
1 colher de sopa de azeite
150 gr de bacon inteiro cortado em cubos (utilizei tiras de bacon)
12 chalotas pequenas
200 gr. de cogumelos de Paris (ou outros...)
1 dente de alho esmagado e picado
3 colheres de sopa de farinha
30 ml de caldo de galinha
2 folhas de louro
2 pés de tomilho
Sal marinho e pimenta preta moída no momento
1 ramo de salsa picada

Retire o excesso de gordura no frango.
De preferência, deixe os pedaços de frango a marinar no vinho de um dia para o outro.
No dia seguinte escorra a marinada e guarde-a para utilizar mais tarde. Enxugue bem o frango para facilitar a fritura.
Pré-aqueça o forno a 180º.
Coloque o azeite e o bacon numa caçarola refractária grande (como não tinha recipiente suficiente para utilizar no fogão e no forno, usei um tacho normal para esta fase e na fase final utilizei uma assadeira de barro que deixei dentro do forno enquanto este aquecia) e salteie em lume médio durante 3 minutos. Adicione as chalotas inteiras e cozinhe durante mais 6 minutos até alourarem em seguida adicione os cogumelos e o alho e deixe cozer mais 2 minutos mexendo bem. Retire os ingredientes da caçarola e reserve.
Coloque o frango na caçarola e cozinhe até ficar uniformemente alourado sem perder os sucos da cozedura - proceda por fases para obter um dourado regular. Reserve o frango.
Reduza a temperatura. Incorpore a farinha e deixe-a absorver a gordura incorporando todos os pedacinhos que durante a cozedura pegaram à parede da caçarola. Incorpore lentamente o vinho tinto ou a marinada que reservou e o caldo de galinha  e leve a levantar fervura.
Volte a colocar o frango, os legumes e o bacon na caçarola com as folhas de louro, tomilho e temperos. Tape e  leve ao forno durante 35 minutos. Adicione a salsa picada antes de servir.

quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

Salada quente para um almoço rápido



Estou cansada da comida de restaurante. Por muito variada que se apresente a ementa, o tempero acaba por saber sempre ao mesmo. Por isso, de vez em quando, preparo os meus almoços. Alterno entre sopas e saladas, umas e outras o mais variadas possível. Desta feita servi-me de uma salada quente.

Ingredientes (tudo q.b. e a gosto):

Cenourinhas parisienses
Courgete
Tofu
Soja (ultracongelada da Iglo)
Pimento laranja
Cogumelos
Cebola
Aipo
Sal e oregãos
Azeite

Comece por cozer as cenouras e a soja.
Corte a courgete e o tofu em tiras e os cogumelos em lâminas.
Corte 1 talo de aipo em pedaços pequeninos.
Corte o pimento em cubos.
Numa frigideira aqueça o azeite e leve a alourar a cebola cortada em meias luas grossas e os cogumelos. Deixe alourar e vá adicionando os restantes ingredientes. Salteie lentamente virando constantemente os legumes para tostarem uniformemente sem queimar. Tempere com sal e oregãos a gosto (ou outra erva de sua preferência) e sirva-se (ou se está a preparar o almoço para levar consigo coloque a salada ainda quente no termos e saboreie na sua hora).

terça-feira, 17 de Novembro de 2009

Lombos de Perca em Cama de Legumes



O peixe andava a falhar na minha mesa e apetecia-me uma escolha diferente do habitual. Escolhi uns lombos de perca a levar ao forno sobre legumes, guiando-me por aqui.

Para 2 pessoas precisa de:

2 lombos de perca
1 cebola
1 tomate
1 courgete
1 pacote de batatinha ultracongelada para assar
1 folha de louro
2 dentes de alho
1 limão
Leite q.b.
Sal e Pimenta (ou outro picante a gosto) q.b.
Azeite q.b.
Pão ralado q.b.

Tempere o peixe com sal e pimenta, o alho picado, sumo e raspa de limão e leite. Deixe marinar durante pelo menos meia hora (idealmente de um dia para o outro).
Entretanto, numa assadeira coloque a cebola partida em meias luas, o tomate e a courgete em rodelas, as batatinhas (não necessita de utilizar o pacote todo, apenas o que achar suficiente), tudo temperado com sal e pimenta, a folha de louro e regue tudo com um bom golpe de azeite.
Leve ao forno, tapando com uma folha de papel de aluminio se os legumes começarem a queimar. Quando os legumes começarem a amolecer, escorra a perca da marinada e passe por pão ralado. Coloque por cima dos legumes e leve novamente ao forno até assar - tudo tapado com a folha de aluminio que retira uns minutos antes para deixar o peixe ganhar um pouco de cor.
Se sobrarem legumes, amanhã fazemos um novo acompanhamento.

segunda-feira, 16 de Novembro de 2009

Almôndegas Trapalhonas

A vontade de experimentar e de fazer, quando se tem a pressa como aliada é como quem quer comprovar que "a pressa é inimiga da perfeição". Mas, enfim, há dias e dias...em que as coisas não correm exactamente como gostaríamos e ainda assim se consegue aproveitar algo no final.
Com o frigorifico recheado de coisas desinteressantes, restavam no congelador cerca de 500 gr. carne de vaca picada. Entre as várias receitas possíveis, escolhi fazer umas almôndegas bem simples tal como aprendi aqui, embora a receita original pedisse carne de vaca e de porco em iguais quantidades.

Com a carne picada fiz uma massa, temperada com sal e noz moscada, ligada com farinha trigo e ovos, amassando até deixar de pegar às mãos. Depois de pronta a massa  fiz bolas de carne que deveriam ter sido pequenas e lisas, mas o resultado foi o que se vê nas fotos.
De seguida fiz um refogado com cebola em azeite, a que acrescentei caldo de carne e polpa de tomate q.b.. Coloquei as almôndegas neste molho onde estufaram até estarem completamente cozinhadas.


Acompanharam com esparguete cozido al dente.



quinta-feira, 12 de Novembro de 2009

Lombos de Pescada com Arroz de Legumes

Não há saber escondido no que toca a filetes de pescada e afins, mas sabem tão bem e não faltam boas companhias para lhes juntar no prato. E bem que se diga que ter uma embalagem de lombos ou medalhões de pescada no congelador é sempre um bom recurso para os dias em que não sabemos o que fazer ou o tempo é mais escasso.
Desta vez preparei o peixe com antecedência, mas numa emergência 30 minutos são suficientes para temperar o peixe e pode fritá-lo ainda congelado.

Vamos precisar de:

1 embalagem de lombos de pescada congelados
1 limão
leite q.b.
sal q.b.
piripiri q.b.
colorau q.b.

De véspera retire os lombos de pescada do congelador e coloque numa taça cobrindo com leite. Acrescente a raspa e sumo de limão e os restantes ingredientes. Deixe descongelar no frigorifico de um dia para o outro.
Seque bem a pescada e envolva em farinha.
Leve a fritar em óleo quente.
Acompanhe com o que melhor lhe souber. Desta vez a companhia foi um arroz de legumes malandro.

quarta-feira, 11 de Novembro de 2009

Cataplana de Lulas em Cerveja



1 embalagem de anéis de lulas
1 cebola
1 dente de alho
1 folha de louro
1 tomate pelado e sem sementes
1 pimento pequeno
sal, piri-piri e azeite q.b.
1 colher de café de pimentão
1 Cerveja

Na cataplana coloque a cebola cortada em meias luas, o alho esmagado, a folha de louro, o tomate partido em pedaços, o pimento em tiras e o piri-piri, regue com o azeite e acrescente o pimentão.
Deixe refogar lentamente.
Acrescente as lulas, tempere de sal e cubra com a cerveja. Feche a cataplana e deixe cozinhar em lume brando, cerca de vinte minutos, o tempo necessário para cozer um simples arroz branco para acompanhar.

segunda-feira, 9 de Novembro de 2009

Para ajudar a bem comer

Se não gostam de desperdicios de comida (eu, pelo menos, detesto!) não deixem de espreitar a nova ligação em "Ajuda para bem comer" : http://www.lovefoodhatewaste.com/

Os Nossos Favoritos II - Pêra Bêbada


Esta é outra repetente da nossa mesa. É uma favorita e a sobremesa de salvação quando há convidados.

Conforme o tamanho das peras (que não devem ser nem verdes, nem muito maduras), calcula-se 1 a 2 peras por pessoa. Descascam-se deixando o caule (use o descascador de legumes, é mais prático).

Coloque as peras numa panela ou tacho fundo com o caule para cima.
Cubra com vinho maduro tinto (e água se necessário), acrescente uma chávena de açúcar e 2 estrelas de anis.
Assim que ferver, reduza o lume, mas de forma a manter a fervura.
Verifique se as peras estão cozidas, espetando um palito na base. Desligue e deixe as peras repousarem na calda, ou então retire-as e deixe a calda ferver até reduzir de forma a ficar mais espessa.
Sirva simples ou com uma bola de gelado de nata.

Os Nossos Favoritos I - Coelho Estufado


Não olhem à fotografia deslavada que não corresponde ao que se serviu, mas este é um dos predilectos da mesa lá de casa! Faço-o com variadissimos temperos, tudo dependendo da inspiração e da despensa, e fica sempre bem.

Desta vez precisei de:

1 coelho limpo e partido em pedaços
1 cebola
3 a 4 dentes de alho
1 copo de vinho tinto
1 colher de sobremesa de vinagre balsâmico
1 folha de louro
1/4 de um chouriço de vinho
Sal, piripiri e azeite q.b.
Batatas q. b.

De véspera temperei o coelho com sal, 1 baga de piripiri aberta, 1 folha de louro, o alho picado, 1/2 cebola cortada às rodelas, o vinho, o vinagre balsâmico e um golpe de azeite.
No dia, fiz um refogado com a restante cebola também cortada às rodelas, um pedaço de chouriço igualmente cortado às rodelas e azeite.
De seguida juntei o coelho para ganhar alguma cor e reguei com o líquido onde marinou.
Assim que levantou fervura acrescentei as batatas descascadas e partidas em quartos.
Deixei estufar lentamente, acrescentando água sempre que necessário.

segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

Tarde de Domingo



Esta é uma receita base que aprendi aqui.  É simples, rápida e de resultado garantido. Excelente para acompanhar um chá numa tarde preguiçosa de Domingo.

Ingredientes:
6 ovos
240 gr. de açucar
170 gr. de farinha sem fermento
100 gr de óleo
20 gr de fermento em pó
manteiga para untar a forma
farinha para polvilhar

Como fazer:
Numa taça coloque todos os ingredientes pela ordem acima, tendo o cuidado de deitar o óleo em fio em redor da farinha e não sobre ela. Mexa muito bem com varinha de arames. Deite em forma untada com manteiga e polvilhada com farinha e leve a cozer em forno pré-aquecido a 180º durante vinte minutos, findos os quais reduza a temperatura para 170º e deixe cozer por mais vinte minutos.
Verifique se está cozido espetando um palito, que deve sair seco.
Retire do forno e regue com uma chávena de leite quente açucarado ou com calda de açucar leve.
Deixe arrefecer e desenforme.
Faça o seu chá favorito, escolha um bom filme e goze o descanso de Domingo.
Amanhã é segunda-feira ... não se esqueça de levar uma fatia de bolo para o lanche!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...